Acidentes Domésticos

Os acidentes domésticos com crianças podem se iniciar, infelizmente, à partir do momento em que temos crianças em casa, incluindo bebês ou recém nascidos. Gosto de classificar esses acidentes em 2 categorias: inevitáveis e evitáveis

Inevitáveis (ou praticamente) são os acidentes mais esperados de ocorrer, como por exemplo uma criança aprendendo a andar, tropeçar e cair, esfolando o joelho ou batendo a cabeça. Por mais que os pais estejam presentes, eventualmente ocorrem, mas são de baixo potencial de risco, pois a queda é da própria altura da criança e em velocidade baixa.

Evitáveis são os acidentes que devemos realmente nos preocupar, tanto pelo potencial de lesões mais graves, quanto pelo fato de que eles ocorrem por responsabilidade (ou falta) do adulto que deveria estar cuidando.

Podem ocorrer desde cedo e são razoavelmente comuns as quedas da cama ou trocador quando o responsável deixa o bebê e se abaixa ou se vira para pegar algo. Os bebês conseguem rolar à partir dos 2 meses, mas ocasionalmente conseguem antes, então sempre peguem tudo o que vão precisar antes de colocar a criança para ser trocada.

Ao aprenderem a engatinhar, as crianças ganham acesso a novos locais, podendo alcançar objetos embaixo de armários, que invariavelmente vão parar na boca. Outra fonte de preocupação é com gavetas, que além de objetos, podem ser usadas para escalar, chegando a subir em 2 ou 3 gavetas, passando de uma para outra, podendo cair de altura mais perigosa.

Outra preocupação ainda nesta fase são as toalhas nas mesas. Geralmente, ao apoiar nas cadeiras, acabam por puxar as toalhas, e os objetos que estão sobre as mesmas, que caem diretamente sobre a cabeça, como açucareiros, talheres e mais graves, as panelas. Evite toalhas, dando preferências para o uso de “jogo americano”
Ainda em relação às panelas, nunca deixe os cabos das mesmas para fora do fogão. Aliás, se possível, evite deixar crianças pequenas na cozinha, pelos riscos com queimaduras e objetos afiados.

Vale ainda a menção de cuidado com tomadas, escadas e com o uso de andadores, agora proibidos, mas ainda presentes em algumas casas. Esses 3 devem ser evitados próximos a crianças, sejam sozinhos ou mais de um deles.